Pelo Mundo

Tyler, Texas

Um dia desses o Deniz me perguntou se eu gostaria de ir com ele até uma cidadezinha no meio do Texas, já que ele precisava ir para uma reunião de trabalho. Eu adoro viajar, então é claro que eu topei na hora. Planejamos a viagem e na Quinta-feira, logo depois dele chegar do trabalho, pegamos estrada rumo a Tyler. A viagem de Houston a Tyler seria de 3h 30min sem trânsito, mas como era hora do rush acabou durando cerca de 4h30min; normal, pra quem saiu de São Paulo isso é fichinha.

A viagem em si foi bem tranquila, mas foi no mínimo engraçado ir passando pelas mini-vilas no caminho, coisas que sempre vi nos filmes mas desde que vim pros EUA nunca vi pois moro em uma cidade grande. Até me lembrou um pouco da época em que a gente viajava em Minas Gerais e passava por um monte de vilarejos. A diferença é que aqui no Texas, os vilarejos não fazem propagandas de “o melhor pão de queijo de minas”, fazem propaganda de “a cidade mais protegida do texas”, com uma imagem de arma, claro. Texas é um estado famoso pela cultura de “we don’t call 911”, e um dia ainda escrevo sobre isso aqui no blog.

Mas voltando pro assunto da viagem. Quando chegamos em Tyler já estava de noite, então paramos para jantar e depois do jantar  fomos direto para o nosso hotel. No dia seguinte pela manhã o Deniz foi para a reunião e eu fiquei no hotel de bobeira, vendo TV.

Deniz voltou no horário do almoço e aí saímos para almoçar e passear um pouco pela cidade. Eu tinha anotado algumas das coisas que seriam interessantes ver, então ficamos passeando de carro e depois fomos no “centro da cidade” para ver a parte mais histórica. Nós almoçamos no Whataburguer, que é um fast-food texano todo no clima dos anos 50 e visitamos algumas lojinhas.

Uma coisa que achei estranho foi que a cidade é super vazia. Depois de bater perna e dirigir a tarde toda, ficamos com a impressão de que falta gente nessa cidade. Mais pro fim da tarde nós voltamos pra parte central e fomos jantar em um restaurante ali. Achei uma graça a decoração; aliás, eu amo a decoração dos restaurantes no Texas. Sempre tem algo especial.

No dia seguinte, logo após o café da manhã, pegamos estrada de volta pra casa. A viagem de volta foi bem mais interessante porque ainda estava claro, então deu pra curtir mais a paisagem e as vilazinhas que iam surgindo pelo caminho. Eu não sei dizer se valeria a pena alguém ir até Tyler somente pra passear, mas se você estiver na área, porque não?

Um beijo e um queijo procê!

You Might Also Like...

No Comments

Leave a Reply