Chicago

Participação no blog Idéias na Mala

Mês passado eu participei do blog Idéias na Mala escrevendo o roteiro Um dia por Chicago e foi bem legal poder escrever sobre lugares que estou sempre visitando. Essa é a primeira vez que escrevo para um outro blog e achei a experiência bem divertida.

Não vou colocar o post inteiro por aqui porque faz parte do blog da Mari (a autora do Idéias na Mala), mas convido vocês a darem uma passadinha no blog dela pra ler não só o post que eu escrevi, mas também posts sobre muitos outros lugares ao redor do mundo.

chicago_tour_01

chicago_tour_02

 

Chicago

Eleven City Diner

Quando nos mudamos pra Chicago, passamos mais de uma semana entre comer no chão e comer em restaurantes até a nossa mudança chegar. E essa fase foi até legal porque acabamos por conhecer alguns diners locais e o meu favorito até agora é o Eleven City Diner, que fica no South Loop. Depois da visita inaugural já fomos cerca de 3 vezes e é aquele lugar coringa sabe? Sempre que não estamos afim de cozinhar e queremos algo mais rápido vamos pra lá porque fica pertinho de onde a gente mora.

IMG_2551

Esse diner é famoso por servir café-da-manhã o dia todo. Isso mesmo, o dia todo! Além do menu do café-da-manhã, eles também tem almoço, jantar e brunch aos Domingos. Durante a semana e mesmo aos Sábados é possível encontrar lugar pra sentar, mas aos Domingos, prepare-se, pois a espera pode ser de 30 minutos há 1 hora, dependendo do horário que você chega.

IMG_2549

Mas o que tem de especial esse Diner? Além da decoração, que que é linda, a comida. Sem dúvidas a comida. Claro que ainda não consegui experimentar tudo, mas tudo que provei é realmente bom. Eles são famosos pelos sanduíches de pastrami (que são enormes), mas têm muitas outras guloseimas e até cerveja própria. Do menu eu já experimentei alguns pratos de jantar e o brunch de Domingo estão todos aprovados.

IMG_2544

Então se você estiver de passeio na cidade e quiser experimentar algo que não esteja nos guias turísticos, já sabe aonde ir. 😉

Eleven City Diner – South Loop
1112 S Wabash Ave, Chicago, IL 60605

Chicago

Nas Alturas: Willis Tower / Sears Tower

Sears Tower

A Willis Tower, antigamente chamada de Sears Tower, é o edifício mais alto de Chicago e o segundo mais alto dos Estados Unidos (o edifício mais alto dos EUA atualmente é o One World Trade Center, em Nova York). E, provavelmente pelo fato de por tanto tempo ter sido o arranha-céu mais alto dos Estados Unidos, é um dos locais mais visitados em Chicago.

IMG_3046

O prédio começou a ser construído em 1970 pela Sears, Roebuck & Company, daí ser conhecido como Sears Tower. Possuindo 108 andares, o prédio foi construído com o objetivo de concentrar todos os funcionários da empresa em um único local. Como a Sears não iria utilizar todos os andares do prédio, o restante foi alugado para outras empresas. Acontece que com o passar dos anos as vendas da Sears começaram a cair e aos poucos a empresa foi perdendo participação no mercado. Em 2004, um novo grupo comprou o edifício e o renomeou Willis Tower.

IMG_3045

O prédio ostentou o título de mais alto edifício do mundo por 24 anos, mas perdeu o título em 1998 para o Petronas Twin Towers em Kuala Lumpur, Malásia. Ao longo dos anos outros arranha-céus foram construídos ao redor do mundo e atualmente o prédio ocupa a sétima posição mundial; nada mal, se você pensar que o prédio foi construído em 1970 e a engenharia e arquitetura de hoje estão ainda mais avançadas do que na época.

tallest-buildings-world

Mas a melhor parte desse prédio é justamente o observatório, chamado de Skydeck, que fica no 103.º andar. De lá, a além de podermos ter uma vista privilegiada da cidade, nos dias de muito vento podemos sentir o prédio balançar – aterrorizante e divertido ao mesmo tempo. Em dias claros, como estava o dia quando eu visitei, você terá uma visão privilegiada do Lago Michigan e região do Loop, South Loop e West Loop. O prédio ainda tem umas caixas de vidro que se projetam para fora, aonde você pode ir e tirar fotos. Dá um friozinho na barriga mas vale a pena.

IMG_3043

A primeira vez que fui visitar o prédio foi justamente na semana que nos mudamos pra Chicago. Era um Sábado de manhã mas a fila estava tão grande (ia ter um jogo dos Cubs mais tarde) que acabamos desistindo e deixando pra um outro dia. E esse “outro dia” acabou sendo quando uma prima do Deniz veio nos visitar; já preparados pra fila, compramos os ingressos com antecedência e foi bem mais tranquilo. Mesmo com os ingressos, ainda passamos pela fila da segurança e depois uma outra fila pra pegar o elevador; ficamos cerca de 30-40 minutos só pra poder subir. Mas vale a pena pois a vista da cidade é linda. Pra fechar, saindo de lá fomos no Giordano’s comer a famosa chicago-style pizza.

Algumas dicas pra quando você visitar:

  • Se você não tiver o Citypass, recomendo comprar o ingresso online. As filas costumam ser bem grandes e assim você consegue pular uma delas.
  • Como muitos edifícios nos EUA, prepare-se para segurança estilo aeroporto.
  • Use transporte público ou vá caminhando. Nem pense em ir pra região do Loop de carro; estacionamentos são bem caros.
  • Se puder, evite ir nos dias de comemorações ou feriados; nesses dias as filas são ainda maiores. Dia de semana é certamente o melhor dia pra visitar.
  • Se quiser soar como um local, chame de Sears Tower. 😉

The Skydeck Chicago
233 S. Wacker Dr. (A entrada do Skydeck fica na rua lateral,Jackson Blvd.)
Aberto todos os dias; April-Setembro(9am-10pm) e Outubro-Março(10am-8pm).
Ingressos: $22,00 (passe comum), $33,00 (passe dia-e-noite)

Chicago

South Side: Hyde Park

Esse roteiro faz parte de um passeio que fiz por Kenwood e Hyde Park. Para ler a primeira parte desse passeio, clique aqui.

IMG_2467

Hyde Park é um dos bairros mais famosos de Chicago e está localizado na região de South Side, a beira da parte sul do Lago Michigan. O bairro é dominado pela impressionante Universidade de Chicago, uma das melhores universidades do mundo e possuí dezenas de livrarias, restaurantes, museus e mais prêmios Nobel por quilômetro quadrado que qualquer outro bairro do mundo. Hyde Park também é o berço da fissão nuclear e abriga o famoso Science & Industry Museum. Foi estabelecido em 1850, como um subúrbio de Chicago, assim como o vizinho Kenwood e hoje é a região de escolha de muitos intelectuais ou professores da universidade.

IMG_2476

A Universidade de Chicago ocupa grande parte da área do bairro. Foi inaugurada em 1892 e um ano depois, em 1893, Chicago recebeu a World’s Columbian Exposition, para comemorar os 400 anos da chegada de Colombo à América. Para receber a exposição a região precisou ser preparada. O arquiteto e paisagista Frederick Law Olmsted foi o responsável por planejar o Jackson Park, Washington Park e o Midway Plaisance. É muito interessante ver como o Midway Plaisance integra os dois parques, atravessando a universidade. Além disso, foram criados dezenas de palácios e edifícios menores sob a supervisão do arquiteto Daniel Burnham. Devido à iluminação, o resultado foi o que eles chamam de “cidade branca”, como ficou conhecida essa parte da cidade. Infelizmente, muitos dos edifícios construídos nessa época foram destruídos e apenas o Palácio de Belas Artes, que abriga o Museu da Ciência e Indústria, sobrevive até hoje.

IMG_2437

Em uma cidade racialmente dividida como Chicago é, Hyde Park é considereado uma boa alternativa de algo meio-termo, por assim dizer. Durante a Primeira Guerra Mundial, muitos negros começaram a migrar para South Side e os brancos para a região Norte da cidade. A população branca que permaneceu em Hyde Park é justamente aquela que escolheu se integrar. Hoje o bairro ,que é de classe média, tem uma população bem mais diversa. Cerca de 40% branca e 37% negra, que convivem bem com asiáticos e outras minorias.

IMG_2452

Na minha opinião, Hyde Park é uma bolha em South Side. O bairro se destoa completamente do que se tem ao redor, principalmente ao sul. Pra quem não sabe, Chicago é uma cidade segregada, com bairros de maioria negra e pobre principalmente na região sul ( South Side ) e bairros de classe média e classe alta branca na região norte. Um dia ainda escrevo melhor sobre esse assunto, pra não fugir do propósito desse post.

Apesar de pequeno, Hyde Park tem bastante coisa pra ver e se for visitar todos os museus, um dia pode ser pouco pra ver tudo. Nessa primeira visita fiquei só passeando e vendo as coisas “por fora” mas vou voltar um outro dia para visitar os museus e contar mais detalhes sobre cada uma das atrações.

IMG_2463

Uma das coisas que impressiona na região é o caracter residencial/universitário. Em termos de comércio, somente alguns restaurantes pequenos, livrarias e cafés. Uma “vibe” intimista sabe? Não espere ver lojas de rede ou supermercados por aqui. Durante minha caminhada essa foi uma das primeiras coisas que notei e de cara já tirei da minha lista – “bairros em que poderia fixar residência”. Pelo fato do Deniz trabalhar em Hyde Park, seria bem conveniente morar aqui. Mas por mais bonito que seja, o fato de não ter um comércio forte próximo é suficiente pra fazer da área um lugar só pra passear pra gente.

Mas pra passear, certamente vale a pena. Com esse roteiro da pra conhecer basicamente todas as atrações do bairro. Nesse primeiro passeio eu não visitei os museus, mas vou voltar em breve para conhecê-los e volto aqui pra contar. E antes de terminar, essa é a lista com os endereços dos principais pontos turísticos do bairro:

  • Promontory Point Park (5491 S Lake Shore Dr) – um dos melhores lugares para apreciar a vista do skyline de Chicago
  • DuSable Museum of African American History
  • Smart Museum of Art (5550 S Greenwood Ave)
  • Midway Plaisance (1130 Midway Plaisance)
  • Rockefeller Memorial Chapel (5850 S Woodlawn Ave)
  • Oriental Institute Museum (1155 E 58th St)
  • Robie House (5757 S Woodlawn Ave)
  • Museum of Science and Industry (5700 S Lake Shore Dr & E 57th St)
Chicago

Arco-íris em dose dupla

Quarta-feira, por volta das 8 da noite tivemos uma dessas tempestades de verão por aqui. Muita chuva e muito vento (afinal, estamos na Windy city) e tudo o que eu pensava era “que bom que pelo menos hoje, voltei mais cedo do trabalho”. E aí que depois da tempestade, apareceu o arco-íris mais lindo que já vi na vida! E duplo!

Por favor, não reparem na qualidade! Filmei pra mostrar “ao vivo” pros amigos do facebook, mas resolvi colocar aqui no blog pra deixar registrado esse momento. O evento inclusive saiu uma reportagem na Timeout com fotos que as pessoas tiraram, cada uma mais linda que a outra. Vale a pena entrar no site pra ver. Essa é a segunda ou terceira vez que vejo arco-íris por aqui. Acho que no próximo vou tentar achar o pote de ouro no final. 😛

arcoiris

Quem mora mais na região oeste da cidade com certeza teve as melhores visões do fenômeno. Eu moro perto do lago, então consegui ver só o primeiro. Mas mesmo assim, foi lindo de se ver. Uma dessas coisas simples da vida, que só fazem a gente apreciar mais e mais esse mundão maravilhoso.